sexta-feira, 25 de março de 2011

Lupa e as guloseimas ( Rua Oriente - 1984)

Momento de descontração do jovem trabalhador assalariado, entre um pacote de Kri ( esquerda) e potes experimentais ( a direita)
Égon brinca de Tiradentes em um cordão de chup-chups sob o olhar atento de Cury ( esquerda)

A vida é doce: Lupa com seu fiel Marlboro, Átila, Malu e Nica
E quase dez anos depois da foto histórica anterior, + ou - 1984, eis que o nosso intrépido e workaholic Lupércio (Lupa) começa a trabalhar na Rua Oriente, mesma calçada do Turquinho, um pouco mais a frente.
A bomboniere era sui generis: vendia arroz integral, própolis, etc, mas também arrozinho doce, teta de nega, biscoitos amanteigados e salgadinhos isoporizados. Loja eclética praca. No livro a sair há depoimentos de muita gente que frequentava a tal loja e até ficava vagabundeando por lá ( como vcs podem ver acima). As fotos estão em péssimo estado, mas dá pra se ter uma idéia do local, mais um qg da nossa turma, embora por pouco tempo ( o Lupa ficou um ano lá).

Nenhum comentário:

Postar um comentário