segunda-feira, 4 de junho de 2012

Exposição "28 de Julho - 60 anos": encontros emocionantes

"28 de Julho", no início dos anos 50
No sábado (2) rolou a exposição "28 de Julho - 60 anos", nas dependências do referido "grupo escolar" (era assim que a gente chamava escola...). A produção do evento impressionou e incluiu painéis grandes na parede,projeção de imagens, álbuns temáticos ( jogos escolares, formaturas, desfiles, etc) e até um cantinho exclusivo para tirar fotos, com a decoração copiando com exatidão aquelas cenas clássicas das décadas passadas, com o aluno posado, de diploma na mão e o globo terrestre e a estante completando o ambiente à volta. Outra sacada muito interessante da equipe do 28 ( sob a batuta da profª Shirley) foi a presença do cantineiro responsável pelo clássico lanche "chaparral" ( queijo, presunto e vinagrete no pão de forma na chapa). Este lanche existia na cidade mas no 28 surgiu um pouco depois das nossas turmas - a nossa época, como bem disse Vevé, era pão com molho, groselha com leite, coxinha de massa de batata, etc, copyright da família do Mauro Coxinha. E por falar em Vevé, mais uma vez a sua turma foi "presencial" e compareceu em peso: o próprio Arnaldo "Vevé", Marcão Tafner, Paulo Sacheta e depois, Sergio Magrelo e Waguinho. Outra turma sempre ponta firme foi a da Rose Fantinatti - compareceram Débora Clauss, Suzete e pelo menos mais três amigas de classe (reconheci pela fisionomia mas os nomes fugiram). Da minha turma, nem relance. Mas pudemos ver nos álbuns e nas paredes, alguns bons momentos daqueles anos e pessoas que fizeram parte de nosso cotidiano: Profª Cleide ( a minha primeira professora do primário), Profª Hermínia, Profª Lígia, Profª Izaíra, a diretora Noêmia, e muitos, muitos colegas, de classe e de outras classes: Rogério Engelmann (posado com a classe em foto de 1973), Valéria Barthmann ( recebendo diploma), a classe do Vevé já citada ( Gerson Penal, Ronaldo - irmão da Regiane, Sachetão, Tafner, Marcelo Mazuras, etc), Francisco Lammenda ( o nosso Fran), posado em vários fotos - afinal, ele passou por várias turmas vinteoitanas, entre outros. Tanto a minha turma (formada em 1982) como a da Rose/Debora Clauss (formada em 1983) não foram agraciadas na mostra com imagens gerais, mas confesso que não consegui visualizar todo o acervo presente. Alguns ficaram decepcionados, mas como a maioria do material exposto foi doado ou emprestado para o 28, não teve jeito de contornar essas lacunas - o arquivo oficial da escola mesmo, não tem um material histórico abrangente. O mais interessante é que muitos alunos pioneiros da escola sexagenária compareceram com material, fazendo com que a mostra viesse em sua maioria com fotos da primeira metade dos anos 50 ( um deles, estava lá com seu mini-álbum fotográfico do 28 na mão, datado de 1955). Conversando com a coordenadoria, fiquei sabendo que haverá outro evento no final do ano, e cogita-se até um desfile com uniformes antigos e mais documentos de alunos (quem sabe, lá, mostrarão minha carteirinha de 1975 que eu cedi para as comemorações). E fica a deixa para o pessoal da nossa época abrir suas gavetas, arquivos e porões e ceder imagens e documentos para que a escola possa ter um acervo maior.
No mais, uma manhã de sábado emocionante pra quem conseguiu ir e pôde não só presenciar tudo isso que eu descrevi acima, mas também - essa eu deixei pro fim - poder conversar novamente ao vivo, in loco, tete a tete, com mestres da nossa infância como Dona Mitie, Dona Neusa ( professora e depois diretora) e Dona Jane ( que continua igualzinha). Até já combinamos para o próximo Entupa chamar essas professoras/professores e juntá-los numa mesa só - já pensaram? podíamos até aproveitar o momento e passar uma prova pra eles. rs
(obs: as fotos abaixo foram tiradas pela Rose Fantinatti e a Debora Clauss. Até a semana, eu posto as da minha máquina).
Rose, Tafner, Profª Jane, Sachetão, Malu e Vevé

Nenhum comentário:

Postar um comentário